A verdade sobre o ovo

A verdade sobre o ovo

O ovo é um alimento super completo, cheio de nutrientes, que ao contrário de que se pensa pode ser incluido na sua alimentação todos os dias.

Confira aqui alguns mitos e verdades sobre este super alimento.

Mito: Não se deve comer mais do que dois ovos por semana

Verdade: ingerir um ou mais ovos por dia não aumenta o risco de  problemas do coração entre adultos saudáveis. Aliás estudos provam que a ingestão deste alimento pode prevenir doenças cardiovasculares devido as suas propriedades antioxidantes.

 

Mito: Quem tem colesterol elevado não deve comer muitos ovos

Verdade: A sua ingestão não faz aumentar o mau colesterol, pois 70% desse colesterol  é produzido pelo fígado e por fatores ambientais como predisposição genética, obesidade, tabagismo, sedentarismo, dieta pobre em fibras e rica em gorduras  saturadas.

 

Mito: O ovo, por si só, não constitui uma refeição

Verdade: O ovo só por si, já vale como uma refeição, por ser uma excelente fonte de lípidos, vitaminas, minerais e proteinas. Mas deverá ser consumido sozinho sem necessidade de juntar carne ou peixe.

 

Mito: Comer muitos ovos contribui para a subida da tensão arterial

Verdade: Estudos confirmam que o consumo de ovos pode estar relacionado com a redução  da pressão sanguínea. Pois as proteínas do ovo são convertidas, por  enzimas no estômago e nos intestinos, em peptídeos – elementos que fazem baixar a pressão arterial no sangue.

 

Mito: O ovo é um alimento muito calórico

Verdade: Um ovo tem pouco mais de 70 calorias, o equivalente a uma bolacha  recheada. mas quando são fritos, o valor sobe para 100 calorias por ovo por causa da gordura  adicionada.

 

Mito: A clara é mais saudável que a gema

Verdade: Quase metade das proteínas do ovo se encontram na clara. O restante está na gema, que é rica em gordura, sobretudo insaturada. A parte amarela  fornece entre 10 a 20% da dose diária recomendada de vitamina A, D, E e K. A  clara é rica em vitaminas do complexo B e minerais, como fósforo e selénio. Ou  seja, as duas partes do ovo se completam

 

 

 

 

Share This

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *